Home > Plantas Medicinais > Óleos Essenciais para Queimaduras – Posso usar? Quais os melhores?

Óleos Essenciais para Queimaduras – Posso usar? Quais os melhores?

Os óleos essenciais estão se tornando cada vez mais populares na categoria de remédios caseiros e são uma alternativa aos medicamentos.

Podem ser usados para muitos fins, principalmente com os cuidados com os cabelos, alívio da dor generalizada, das picadas de insetos e igualmente como relaxante muscular. Também tem uso na aromaterapia, e no alivio do estresse e depressão.

Alguns tipos de óleo podem ser usados para aliviar e até tratar pequenas queimaduras. Se as queimaduras forem mais profundas e graves deverão ser vistas e avaliadas pelo médico.

Óleos essenciais podem ser inalados através dos seus vapores (como na aromaterapia), mas não devem ser tomados por via oral!

Os melhores óleos essenciais para queimaduras

São vários os óleos essenciais que podem ser aplicados nas queimaduras para aliviar o calor, ardor e dor. Alguns contém propriedades calmantes, curativas, anti-microbianas, refrescantes, que vão certamente aliviar o desconforto e acelerar o processo de cicatrização.

1. Camomila ou matricaria

A camomila é normalmente utilizada para curar feridas e tratamento da pele, e tal como o aloe vera tem propriedades emoliantes e rejuvenescedoras da pele.

A camomila é uma boa ajuda na cura de pequenas queimaduras. A camomila pode curar ainda  as queimaduras solares.

2. Eucalipto

O óleo essencial de eucalipto é um tópico popular e está especialmente indicado na cicatrização de feridas e queimaduras.

É considerado um poderoso adstringente e anti-inflamatório e ainda anti-microbiano.

Para além de ajudar a curar pequenos cortes na pele, piolhos e picadas de insetos também evita que as queimaduras  infetem.

3. Zimbro

O zimbro tem sido usado na medicina popular como um curador de feridas. A par com outras árvores da mesma família e que possuem óleos essenciais tão eficazes quanto este, estão o cedro e o cipreste.

Existe um ingrediente ativo neste óleo (zimbro), a tujona, que o torna um óleo poderoso na prevenção, e cura das infeções das feridas e das queimaduras, ajudando a aliviar as inflamações como um anti-microbiano.

Algumas espécies de cedro também contêm este ingrediente (tujona) na sua composição. O zimbro possui para além da tujona outro desinflamante o pineno, um composto que ajuda na cura de feridas e diminui consideravelmente as cicatrizes causadas pela queimaduras.

4. Lavanda

Óleo essencial de lavanda é conhecido por ter um poder curador efetivo nas queimaduras.

Tem como propriedades principais o alivio da dor, a capacidade de reduzir a inflamação e igualmente a atividade anti-microbiana.

Este óleo ajuda com eficácia na redução de inflamação em mulheres submetidas a cirurgia durante o parto.

5. Orégano

Esta planta conhecida mundialmente como um tempero na cozinha, é muito mais do que uma simples especiaria.

A sua melhor utilização refere a atividade anti-microbiana em feridas e queimaduras.

O orégano também é conhecido por ser um potente cicatrizador de feridas e queimaduras, fazendo-o mais rapidamente que todos os restantes óleos essenciais.

Este óleo tão poderoso é também referido num estudo de 2015 como um analgésico.

6. Hortelã-pimenta

Esta planta, a hortelã e em particular a hortelã-pimenta tem sido usada e pesquisada como um potencial tópico no alivio da dor. Por isso se torna um tratamento caseiro útil para o tratamento e cura de queimaduras.

Este óleo é igualmente um dos mais potentes analgésicos.

Um estudo de 2015 realça o óleo de hortelã-pimenta como preventivo de algumas doenças e alivio de espasmos de dor. O mesmo estudo revelou que este óleo também reduz a inflamação.

7. Pinheiro

O óleo essencial do pinheiro, tal como o zimbro, contém pineno. Estudos comprovam que este composto reduz a inflamação eficazmente, matando patógenos (patógenos, são organismos  capazes de causar doenças num hospedeiro) e reduzindo as cicatrizes provocadas por feridas e queimaduras.

Este óleo é também potente no tratamento de feridas, agindo como um anti-inflamatório.

8. Sálvia

Tratamento à base de sálvia também pode ajudar a curar as queimaduras. O óleo essencial de sálvia é um anti-bacteriano e reduz a infeção em queimaduras.


Também tem poderes anti-microbianos e é também usado no tratamento de feridas.

9. Erva de São João

O óleo essencial desta planta é sobejamente conhecido por ajudar a combater a depressão. Este óleo é também eficaz na cicatrização de queimaduras.

Para além deste aspectos e características, a Erva de São João possui propriedades anti-microbianas e anti-inflamatórias, pelo que é uma ótima solução no alivio das queimaduras e na prevenção de infeções.

Num estudo efetuado foram encontradas evidências de que este óleo essencial se combinado com os óleos de orégano e sálvia é um potente curador de feridas.

10. Árvore do Chá

Esta planta pouco conhecida entre nós é oriunda da Austrália e tem enorme reputação no combate à infeção, uma vez que é um óleo essencial anti-microbiano e anti-inflamatório.

Isso o torna um remédio caseiro eficaz no combate às feridas por queimaduras.

11. Tomilho

Mais conhecido no mundo da culinária, o óleo de tomilho tem características tópicas no alivio da dor. Os compostos de nome timóis, conferem-lhe uma ação anti-inflamatória, pelo que o seu uso é igualmente apropriado para a cura das queimaduras.

Como usar óleo essencial na queimadura?

Os óleos essenciais apesar de estarem indicados no tratamento, alívio e até cura das queimadura e feridas subjacentes, têm regras de aplicação simples mas que se devem ter em atenção.

Não aplique nunca os óleos essenciais puros. Estes devem ser sempre diluídos, para que não agravem o estado das feridas provocadas pelas queimaduras, causando inflamação e/ou infeção e se tornarem muito dolorosas.

Se a utilização deste óleos for feita de forma correta, a sua aplicação é extremamente segura e pode aplicá-las de muitas maneiras.

1) Como compressa

Embeber bem a compressa com óleo essencial e comprimir a ferida e/ou queimadura. Esta é a melhor forma de atuar se a queimadura for recente.

Como fazer: Numa xícara de água morna adicionar 5 gotas de óleo essencial, o da sua preferência, ou até fazer uma mistura com vários.

Depois deve mexer bem o óleo com a água para se misturarem, molhar um pano limpo e seco e aplicar na queimadura. Repetir até a água acabar.

Deve aplicar as compressas diariamente até a ferida começar a cicatrizar.

2) Como Bálsamo, Loção ou pomada

Outra forma de usar os óleos essenciais é misturá-los com um produto hidratante ou então um óleo transportador para que a sua consistência se pareça com a de uma pomada ou bálsamo.

Este processo deve ser utilizado quando as queimaduras já estiverem cicatrizando. Este processo é bom para ajudar a curar e hidratar a pele queimada, e não serve para prevenir a infeção.

Este método não deve usado em queimaduras recentes ou do 2º grau.

Assim que a inflamação tiver diminuído, misture os óleos essenciais com uma loção ou óleo transportador. Aplique 5 gotas de óleo por cada 30grs de produto.

Estes óleos podem e devem ser misturados com vários outros, os transportadores que aumentam a eficácia dos óleos essenciais.

Óleos transportadores que funcionam bem com os óleos essenciais:

  • Azeite;
  • Óleo de côco;
  • Óleo de abacate;
  • Óleo de jojoba;
  • Óleo de girassol.

Aplique a mistura diretamente na queimadura até que esta desapareça, pelo que o seu uso pode ser feito numa base diária.

Se por acaso sentir, ou houver inflamação , comichão, ou erupção cutânea, da área afetada e/ou queimada, deve parar de imediato o uso dos óleos essenciais, uma vez que um deles pode estar a provocar uma reação alérgica.

Assim, deve experimentar primeiramente numa parte especifica da pele, antes de os aplicar na queimadura.

Concluindo

Não se aconselha de forma alguma a ingestão destes óleos essenciais. Muitos deles têm substâncias tóxicas, nocivas para o organismo para serem consumidos por via oral.

De qualquer forma na escolha dos óleos essenciais deve adquiri-los sempre em estabelecimentos de confiança, para garantir a melhor qualidade do produto.

Para queimaduras leves de 1º grau e queimaduras provocadas pelo sol, os óleos essenciais são uma boa opção de tratamento, pois são remédios caseiros seguros.

Dependendo do estado da queimadura, eles também podem ser usados em algumas queimaduras do 2º grau.

Porém, se a queimadura for mais grave, deve examiná-la primeiro e verificar a existência de bolhas, dor, inchaço, vermelhidão ou até mesmo infeção.

Isso significa que a queimadura pode ser de 2º grau.

Não deve pois, por conta própria tentar curar a queimadura, pelo que deve aconselhar-se com o seu farmacêutico, para adequar o melhor tratamento nesta 1ª fase da infeção.

Algumas bolhas ao rebentar apresentam um liquido amarelado o que denota já alguma infeção.

Se suspeitar que a queimadura é de 3º grau consulte o seu médico com urgência, ou se esta tiver infeção com pus que não cura. Se a sua pele estiver descolorida e com uma textura áspera,  e mesmo que não sinta dores severas, consulte sempre o seu médico.

Se as queimaduras forem grandes e se espalharem pelo corpo deve consultar um médico com urgência, e não dependa unicamente dos óleos essenciais ou de tratamentos caseiros, a não ser que as queimaduras sejam leves pequenas e superficiais.