Home > Problemas de Saúde > Sinais e sintomas de Depressão

Sinais e sintomas de Depressão

Milhões de pessoas por todo o mundo sofrem com depressão, mas será que é mesmo depressão? Veja aqui os sinais e sintomas deste problema de saúde, e identifique se realmente está sofrendo com depressão.

A depressão é mais comum nas mulheres do que nos homens. Sendo que os seus principais sintomas são a redução de desejos e interesses que no passado traziam felicidade à pessoa.

Apesar desta condição, muitas pessoas “auto diagnosticam-se” com depressão, e muitas vezes isso não está correto, podendo levar a sérios problemas de saúde, uma vez que admitindo que estão deprimidas (sem estar), deixam de fazer determinadas tarefas pessoais, que provocam um bem estar e felicidade à pessoa.

Para saber se realmente está sofrendo com esta doença mental, e que não está passando apenas por um período de maior tristeza, é necessário conhecer as diferenças entre os sinais e sintomas de uma tristeza geral e uma depressão.

Diferença entre Tristeza e Depressão

Os sintomas são parecidos mas existem diferenças para distinguir os dois casos! Algumas pessoas julgam estar deprimidos, quando na verdade encontram-se num estado de tristeza pontual que irá diminuir com o tempo.

Na tabela seguinte estão descritos as principais diferenças entre estes dois problemas que afetam o nosso estado de espírito! Tente não confundir ambos e use esta tabela para distinguir as diferenças entre os dois.

TristezaDepressão
Está triste com algum problema que reconhece, como é o caso de insucesso pessoal, falecimento de algum familiar próximo, ou alguma situação pontual que deixe triste.Encontra-se triste e desanimado sem qualquer razão aparente, sem que nada de grave, justifique a tristeza sentida.
É um sentimento pontual, que com o tempo vai diminuindo e vai esquecendo, acabando por passar.O sentimento dura o dia todo, quase todos os dias, pelo menos durante 2 semanas seguidas.
Sente vontade de chorar, devido à tristeza e sente-se impotente perante alguma tarefa.Tem sintomas de tristeza (chorar e impotência), e ainda considera-se um inútil, indesejado por tudo e por todos, com pensamentos suicidas.

Sintomas da Depressão

Existem vários sintomas associados à depressão, porém, nem todos estão presentes numa pessoa deprimida.

Alguns dos sintomas presentes são:

  • Pouco interesse em atividades que anteriormente eram apreciadas;
  • Pouco desejo sexual;
  • Alteração do peso (perda ou ganho), mesmo sem praticar dietas;
  • Redução do apetite;
  • Insónias frequentes;
  • Sono durante todo o dia;
  • Movimentos e fala “lenta”;
  • Fadiga, cansaço e perda de energia constante;
  • Sentimentos de culpa ou de inutilidade;
  • Facilidade em se irritar;
  • Sentimento de ansiedade constante, incluindo palpitações;
  • Dificuldade em se concentrar, pensar ou tomar decisões;
  • Pensamentos recorrentes de morte ou suicídio;
  • Tristeza constante mais frequente no período da manhã;
  • Tentativas de suicídio.

Como saber se sofro de depressão?

Para que possa ser diagnosticado com este problema de saúde, é necessário que sofra com pelo menos 4 ou 5 dos sinais e sintomas referidos anteriormente.

Ainda assim, a forma mais eficaz e correta de diagnosticar alguém com este problema, é recorrendo ao médico.

Se suspeita que está sofrendo com depressão, deverá recorrer ao médico, explicar como se está a sentir, e certamente ele irá fazer algumas questões para que possa concluir o seu diagnóstico.


Depressão nos diferentes estágios da vida

Desde a criança ao idoso, todos podem sofrer deste problema, mas ela aparece de formas diferentes nas crianças, adolescentes, adultos ou idosos. Identificar um estado depressivo numa criança, não é o mesmo que identificar no idoso, por exemplo.

Assim, é importante ficar atento a todos os sintomas, para que possa confirmar se de facto é depressão ou apenas tristeza devido a alguma situação recorrente.

1. Crianças

Esta não é fácil de confirmar. Principalmente porque as crianças não falam abertamente sofre a sua tristeza e por vezes têm dificuldade em explicar o que sentem e o porquê. Os pais devem ficar alerta aos seus filhos e observar os seus movimentos, conversas e sinais.

Se a criança não quer brincar, perdeu a vontade, não está sorrindo, não quer comer, não escuta o que falam, sente-se constantemente cansado, tem dificuldades na escola e/ou está fazendo xixi na cama durante a noite, são sinais claros de que uma depressão pode estar perto.

Nesta situação, e visto ser uma criança, o mais correto será verificar o seu estado clínico juntamente com um médico.

Deverá conversar com a criança para que entenda o que está a ocorrer, e se não tiver como resolver, um médico, psicólogo ou psiquiatra, serão os profissionais de saúde indicados para ajudar nesta situação.

2. Adolescentes

Os hormônios da adolescência são grandes responsáveis pelas diversas alterações de humor características desta fase da vida.

Os principais sintomas demonstrados entre os 12 e os 18 anos são baixa auto-estima, sentimento de “não querer fazer nada”, sentimento de ser inútil para tudo e todos, pouca vontade de viver.

Assim, é importante que os pais e familiares próximos fiquem atentos aos adolescentes, pois estados avançados de depressão podem trazer consequências graves nas suas vidas.

Estudos realizados confirmam que os maiores abusadores de álcool e drogas, iniciaram os seus consumos na adolescência, precisamente por se encontrarem em estados depressivos e terem encontrando nestas substâncias, um conforto.

Por isso é importante a presença dos pais na vida dos jovens, uma boa educação e acima de tudo, a prática de um estilo de vida saudável.

3. Idoso

A depressão no idoso também não é fácil de identificar. Muitas das pessoas de idade guardam os sentimentos para si e não expõem para fora. Alguns deles “forçam” um sorriso para não demonstrar a sua insatisfação ou tristeza.

Alguns idosos não querem ser uma preocupação para os outros, e por isso sofrem sozinhos sem revelar a sua depressão.

Para além disso, muitas pessoas consideram que a falta de desejo e vontade de realizar qualquer tarefa é natural e característico da idade avançada do idoso, o que nem sempre é correto.

É importante ficar alerta nas alterações de humor nos idosos, pois podem não indicar apenas depressão como outras doenças mais graves características da idade, como é o caso de Parkinson, Alzheimer, Demências, e outras.