Home > Problemas de Saúde > Dor Lombar – Causas, Sintomas e Tratamentos

Dor Lombar – Causas, Sintomas e Tratamentos

Por vezes sente uma dor mais precisamente na região lombar (de lado, entre as costas e a barriga), mas não sabe o que é? Essa dor lombar também é conhecida como lombalgia, lumbago, ou algumas pessoas identificam como dor nas costas ou rins.

Infelizmente, segundo a estatística, 90% da população mundial vai sentir esta dor, pelo menos uma vez nas suas vidas. É uma dor que pode ter uma intensidade ligeira ou mais forte.

Por ser uma dor bastante incomodativa, prejudica as atividades diárias. Levantar duma cadeira, da cama, abaixar, fazer certos movimentos, tudo isso provoca uma dor intensa na região lombar.

Esta é uma dor que geralmente se dá ao nível da região mais abaixo da coluna, perto da bacia. É difícil descrever a região onde a lombalgia ataca, mas com esta imagem fica mais fácil:

dor lombar

A área assinalada com o circulo, é onde geralmente a dor lombar é mais intensa. Ela aumenta de intensidade com a execução de alguns movimentos. Pode tanto acontecer do lado direito como esquerdo.

Em alguns casos também é possível que comece a estender mais para baixo chegando à região das nádegas.

A lombalgia também pode ser considerada em 2 tipos:

  • Dor lombar aguda – Uma dor recente (há menos de 2 meses) e causada por má postura e/ou elevação de objetos pesados (a dor passa ao fim de algum tempo com o tratamento adequado);
  • Dor lombar crônica – Presente há mais de 3 meses, a causa não é totalmente conhecida nem existe uma razão aparente para tal (a dor apenas alivia com o tratamento adequado mas não passa definitivamente).

Causas

A principal causa deste problema está relacionado com a postura. Quando está sentado, deitado ou quando se abaixa, muito provavelmente não o faz com a postura mais correta.

Lesões musculares, carregar pesos frequentemente, atividades que exijam praticar grande força que provoquem uma sobrecarga nas articulações e coluna, são fatores que ajudam a desenvolver uma lombalgia.

O desgasto natural da coluna, também pode originar uma lombalgia. Com o uso frequente em movimentos específicos e em carregar sobrepesos, mais tarde a pessoa pode vir a sofrer com este problema.

Este tipo de desgaste começa a ser mais significativo a partir dos 30 anos de idade, é também a partir desta altura que começa a aumentar o risco de sofrer com esta dor. É ainda mais frequente em pessoas com idades acima dos 50 anos.

Esporte causa Lombalgia?

É conhecido que o excesso de exercício físico é um fator de risco para desenvolver dores lombares. Através da prática de atividades, é feita uma pressão nos músculos e ligamentos e isso pode gerar esta dor.

É mais frequente quando se retoma ao esporte depois de algum tempo parado.

Movimentos que exijam rotação da anca repentina podem promover o aparecimento de lombalgias, como é o caso de:


  • Basebol;
  • Golfe;
  • Esportes que obriguem corrida (futebol, handebol, basquete, etc.)

Por vezes, esta dor pode desaparecer passado alguns dias quando é causada por excesso de atividade física.

Sintomas

O principal sintoma é a dor nas costas. A região mais frequente, é aquela mostrada na imagem mais acima, logo no início do artigo. Logo por cima da nádega até um pouco abaixo do meio das costas. É sentida numa região mais lateral (na parte lombar).

O tipo de dor sentida pode ser fraca e ir aumentando gradualmente, assim como também pode iniciar logo de forma acentuada.

Tudo depende de pessoa para pessoa.

Assim como o tempo em que a dor permanece e há dias em que pode ser pior que outros. Para além disso, determinados movimentos podem ser piores para umas pessoas e nem fazerem diferença para outras… Pois tudo depende de indivíduo para indivíduo assim como do tipo de dor e intensidade sentidas.

Apesar de raro, também é possível que esta dor possa migrar para a nádega e coxa, mas nunca abaixo do joelho.

Tratamento para a Lombalgia

No caso de uma dor lombar aguda, pode surgir melhoramentos com o passar do tempo. Ainda assim, uma vez que as dores são insuportáveis, existe uma variedade de tratamentos para ajudar a aliviar as dores.

O uso de remédios analgésicos, anti-inflamatórios, relaxantes musculares e corticoides são opções válidas para atenuar a dor, de acordo com as recomendações primárias. Porém, eles devem ser prescritos pelo médico, a auto-medicação não é recomendada!

A fisioterapia também pode ser uma opção para alivio da dor e tratamento da lombalgia.

O médico pode também optar por prescrever o uso de ultra-sons ou electro-estimulação. Adicionalmente podem ser recomendadas e indicadas massagens assim como o uso de calor ou frio.

Dor lombar é preciso fazer cirurgia?

A cirurgia também uma opção, porém não é a primeira escolha. Esta só deve ser ponderada quando todos os tratamentos anteriores não foram eficazes e, após 6 meses a 1 ano após início das primeiras dores lombares.

Como prevenir a dor lombar

Não é fácil prevenir uma dor lombar, até porque não se sabe ao certo quando é que ela pode surgir.

Mas é possível sim, adotar medidas, e evitar determinadas atividades, de forma a não exercer grande pressão na região lombar, diminuindo assim os riscos de sofrer com lombalgia.

Assim, existem várias formas de prevenir esta dor, tais como:

1) Realizar exercícios que fortaleçam aquela área muscular, como é o caso de marcha ou natação;

2) Efetuar exercícios de aquecimento antes de praticar atividades que exijam esforço e esportes;

3) Manter sempre uma postura direita e correta quando está sentado e deitado;

4) Evite carregar pesos exagerados que não são adequados à sua força;

5) Quando for abaixar, não dobre as costas, faça flexão das pernas, dobrando os joelhos, usando a força das pernas;

6) Manter um peso ideal e manter bons hábitos de saúde (não fumar, manter uma dieta equilibrada e fazer exercícios com regularidade) também ajudam a evitar lesões.