Home > Doenças > Hérnia de Disco – Causas, Sintomas, Tratamentos

Hérnia de Disco – Causas, Sintomas, Tratamentos

Dores lombares ou na perna podem estar na origem de uma hérnia de disco. Esta doença é bastante dolorosa, mas com tratamento, os sintomas são aliviados ao fim de algumas semanas (ou meses).

A nossa coluna, é composta por vértebras. Entre as vértebras, existem discos intervertebrais. A função dos discos intervertebrais é amortecer os impactos que a coluna sofre ao longo do dia.

Esses impactos são causados pelo simples andar, quando cai, quando pula, etc… São os discos que evitam com que as vértebras toquem entre si, pois sem eles, a dor das vértebras a tocarem umas nas outras, seria insuportável!

Para entender melhor a estrutura da coluna vertebral, veja a imagem abaixo.

Nesta imagem está representada a coluna vertebral, para que possa entender a diferença das vértebras e dos discos intervertebrais.

E para que entenda melhor o que está no interior do disco – o tal corpo gelatinoso denominado de núcleo pulposo- veja a imagem seguinte onde está representado mais ao detalhe, o disco intervertebral.

Agora que entendeu como é o disco intervertebral e que no seu interior existe um núcleo pulposo, já está pronto para entender o que acontece numa hérnia de disco!

O núcleo pulposo que observou na imagem acima, vai romper o anel fibroso, saindo para fora. Ao sair para fora, vai exercer pressão no nervo que está logo abaixo da vértebra, causando dor – a chamada hérnia de disco. Ora veja a imagem abaixo para entender melhor esta explicação:

Para além da pressão no nervo, que a saída do gel irá causar, o disco intervertebral também irá diminuir o seu volume (uma vez que o meterial que estava no seu interior invadiu o espaço exterior), sendo também uma das causas da dor na hérnia de disco.

Causas da Hérnia de Disco

Como já explicamos, a hérnia de disco é causada pela saída do núcleo pulposo do interior do disco intervertebral, causando dores insuportáveis.

Mas a questão é: E o que causa essa saída do núcleo pulposo do interior do disco?

Existem várias causas e fatores de risco, sendo que a principal causa é o desgaste que os discos intervertebrais sofrem com o tempo. Eles vão acabar por ficar mais fracas com o tempo e rompem-se. Algumas injúrias na coluna também podem levar ao desenvolvimento de hérnia de disco no futuro.

Existem ainda alguns fatores de risco que podem levar ao aparecimento desta doença na coluna, sendo que a hereditariedade é um desses fatores.

Existem ainda outros fatores que podem ser responsáveis por esta doença, tais como:

  • Excesso de peso e obesidade;
  • Movimentos repetidos;
  • Esforço físico muito violento com impactos na coluna;
  • Levantar grandes pesos todos os dias;
  • Uso excessivo de salto alto no caso das mulheres;
  • Postura errada da coluna.

Sintomas desta doença na coluna

O principal sintoma é a dor que a pessoa sente na lombar, é uma dor dolorosa causada pela pressão que o núcleo pulposo está fazendo nos nervos entre as vértebras.

É uma dor bastante incomodativa, sendo os principais sintomas os seguintes:

  • Dor nas costas durante alguns meses;
  • Dor que piora quando está em pé;
  • Não conseguir ficar em “bicos de pé” – ficar em pé com a ponta dos dedos;
  • Formigamento na região lombar ou ombros;
  • Dor que vai desde o lombo até às pernas;
  • Pernas fracas e moles;
  • Difícil ficar em pé;
  • Dor que vem desde a coluna até à perna;
  • Dor nos braços ou ombros;
  • Sensação de agulhas a picar;

Tratamentos com medicação

Quando o médico confirma que realmente está sofrendo com este problema nas costas, então ele poderá receitar alguns remédios para o seu problema.


Os primeiros medicamentos a serem prescritos são os analgésicos (p.ex: paracetamol) e os anti-inflamatórios (p.ex: ibuprofeno). Alguns médicos também optam por adicionar um relaxante muscular neste tratamento (p.ex: tramadol).

Em casos mais avançados ou de dor muito excessiva, também podem ser passados alguns remédios opióides para aliviar as dores.

Estes são os principais remédios utilizados no tratamento da hérnia de disco. Porém, tudo isto deve ser receitado por um médico que diagnostique esta doença em si! Não se automedique, principalmente se não tem a certeza que está com este problema de saúde, ou se tem outros problemas e/ou se faz mais algum tratamento com outra medicação!

Tratamento natural e sem medicação para Hérnia de Disco

O médico deverá informar o paciente de alguns cuidados a ter para aliviar as suas dores.

O repouso é uma peça fundamental neste tratamento. Sendo que a fisioterapia também será um forte aliado no combate às dores e na tentativa de aliviar as dores sentidas.

Quando segue as recomendações do médico, os resultados começam a aparecer. São raros os casos (mas existem), de pacientes que tiveram que ser submetidos a cirurgia para tratar este problema, isto porque não seguiram os conselhos do médico.

Dicas para recuperar mais rápido e curar a Hérnia de Disco

O seu dia-a-dia será diferente se sofrer com esta patologia! Para além de ser fundamental seguir as recomendações do médico, existem outras formas de aliviar as dores:

  • Aplique compressas de água quente ou de gelo para aliviar a dor. (Ajuda a reduzir a inflamação local). – Veja qual a melhor temperatura para si, se quente ou frio;
  • Não use sapato de salto alto;
  • Movimente-se de vez em quando. Não fique 100% em repouso, ou então em vez de curar a hérnia de disco, está a desenvolver novos problemas. Procure dar uns pequenos passos, nem que seja 5-10 minutos, pode ser mesmo em casa.
  • Alongue os seus membros para promover um relaxamento dos músculos.

Como prevenir e evitar Hérnia de Disco

É muito importante uma postura e comportamento correto para não sofrer com este problema no futuro.

Algumas recomendações importantes para prevenir este problema que tanto incómodo causa nas costas, são:

  • Evitar tabaco;
  • Procure um profissional para orientar o seu treino físico;
  • Pratique uma dieta saudável;
  • Evite o sobrepeso;
  • Pratique alongamentos com regularidade;
  • Mantenha uma postura correta e alinhada quando estiver sentado e a andar;
  • Quando se abaixar, faça-o corretamente (dobre os joelhos e mantenha a coluna direita);
  • Verifique o colchão onde dorme (mole de mais ou muito duro podem prejudicar) – o travesseiro igual;
  • Se trabalhar ou passar muito tempo ao computador, mantenha o monitor à altura dos olhos;
  • Evite o estresse;
  • Para o caso da mulher, modere no uso do sapato de salto alto.

Como manter uma postura correta para evitar problemas de coluna

O nosso corpo tem uma postura corporal definida. A alteração ou o forçar da alteração dessa postura, pode levar a injúrias no corpo e a problemas futuros. É importante manter uma postura correta das suas costas para não ter problemas. Veja como pode corrigir algumas posturas:

Enquanto dorme:

Esta pode não ser fácil, pois enquanto dormimos não temos noção da nossa postura, desde que nos sentimos bem. Porém, quando se vai deitar, deve ter em atenção a postura em que irá permanecer.

Uma posição a evitar é de bruços (barriga para baixo). Porém, se não existir alternativa e esta for a única forma que te de dormir, procure colocar um travesseiro embaixo da sua barriga para minimizar a curvatura da coluna.

Se ficar de barriga para cima, coloque um travesseiro logo abaixo das coxas. Enquanto que, se tiver de lado, permaneça com os joelhos dobrados e use um travesseiro entre eles.

Em casa:

Durante as tarefas domésticas, evite estar dobrado enquanto estiver a passar a roupa, cozinhar ou lavar loiça. Mantenha-se direito e não incline o corpo.

Quando for calçar os sapatos procure levantar o pé e apoiar em cima de uma cadeira, por exemplo, em vez de se inclinar até ao chão.

Ao apanhar algo do chão, deve flexionar os joelhos, para se abaixar, e manter a coluna direita. Assim o peso será feito nos músculos das pernas em vez de ser nas suas costas, poupando a coluna.

Enquanto está sentado:

Sentar é fácil, mas muitas pessoas não o sabem fazer corretamente. Mantenha ambos os pés no chão e evite cruzar as pernas, sempre com as costas direitas. Uma boa postura sentado é uma chave muito importante no que diz respeito ao evitar hérnias de disco ou outros problemas de coluna!