Home > Doenças > Mastite – O que é, Causas, Sintomas e Tratamento

Mastite – O que é, Causas, Sintomas e Tratamento

A Mastite, também conhecida como infecção mamária, é uma infecção do tecido mamário.

A sua principal causa são bactérias que geralmente entram no peito através de pequenas fissuras no mamilo, e que se multiplicam no tecido adiposo da mama.

Esta situação causa um enorme desconforto na mulher, sendo caraterizado por um inchaço na região lesada, a vermelhidão na área e sensibilidade à dor.

Principalmente no caso de mulheres que estejam a amamentar, este problema é muito ruim, uma vez que existe a necessidade de alimentar o bebê mas a dor constante não facilita o processo.

Principais causas da Mastite

A mastite pode ocorrer quando as bactérias commumente encontradas na pele entram no mamilo através de pequenas e imperceptíveis fissuras.

As bactérias responsáveis por esta infeção são as staphylococcus aureusse, que se multiplicam no tecido adiposo da mama que envolve os dutos do leite (canais da mama que produzem leite), causando inchaço, calor ou dor. O inchaço pode pressionar os dutos do leite e bloqueá-losm resultando assim numa infeção mamária.

Apesar de a mastite ocorrer mais frequentemente em mulheres que estão a amamentar, também é possível surgir naquelas que já não estão a amamentar, ou até mesmo já durante a menopausa.

Sintomas e Complicações deste problema

As mulheres que têm mastite podem sofrer dor nos seios, ter febre e mau estar geral.

A dor é causada pelo inchaço no tecido mamário.

Outros sintomas incluem:

  1. Sensibilidade no peito, vermelhidão, aumento ou sensibilidade;
  2. Área quente no tecido mamário;
  3. Coceira;
  4. Líquido esbranquiçado ou pus no mamilo;
  5. Sensação estranha no peito;
  6. Febre;
  7. Nódulo linfático inchado do mesmo lado que a mama afetada;
  8. Nódulo no peito;

Infecções graves podem levar a cistos cheios de pus chamados abcessos dentro do tecido mamário.

Estes casos podem exigir que a mulher interrompa temporariamente a amamentação e, por vezes, esta condição grave exige cirurgia de urgência.

Diagnóstico  – Como saber se tenho mastite?


Para determinar se você tem mastite, o seu médico irá realizar um exame físico e perguntar-lhe sobre seus sintomas.

Normalmente, não são necessários testes para mulheres que amamentam.

No entanto, se você não está amamentando, seu médico pode solicitar determinados testes para entender melhor sua condição.

Estes podem incluir mamografia ou uma biópsia (uma amostra de tecido).

Tratamento da Mastite

O tratamento requer algum cuidado, tempo e paciência. Este problema que tanta dor causa no seio das mulheres pode ser tratado através de antibióticos e de ações diárias para acalmar a infeção.

Antibióticos para a mastite

Uma vez que se trata de uma infeção causada por bactérias, os antibióticos podem ter um papel fundamental no tratamento e cura da mastite. Eles devem ser prescritos pelo seu médico e devem ser tomados até ao final de forma a prevenir uma recorrência da infeção.

Estes medicamentos só devem ser usados quando os sintomas permanecem por mais de 24 horas.

Em geral, as mães não precisam se preocupar em prejudicar a saúde de seu bebê, pois os antibióticos usados ​​para tratar essas infecções geralmente são seguros para a amamentação.

Outros tratamentos para a mastite

Se está sofrendo com esta doença, é importante que siga os seguintes conselhos:

  • Descanse bastante;
  • Aplique um pano quente e úmido na área afetada várias vezes ao dia.
  • Amamentar frequentemente de diferentes posições para ajudar a que o duto afetado seja desconectado;

Como prevenir a mastite

Para prevenir este problema de saúde, procure usar sutiãs bem adaptados ao seu peito, alimente o seu bebé com frequência para evitar que os dutos do leite se obstruam, evite transportar cargas pesadas ​​sobre seus ombros (por exemplo, uma bolsa, sacos de fraldas, etc.) e use várias posições diferentes enquanto amamenta para ajudar a drenar diferentes áreas da mama.

É normal que seja preocupante para muitas mães a possibilidade de esta infeção passar para o bebê. No entanto é importante entender que o leite materno é um componente essencial na alimentação de um recém-nascido.

No leite materno existem bastantes componentes antibacterianos que protegem a criança contra esta infeção e outras. Assim, a mastite não deve ser uma preocupação para mulheres a amamentar, pois a infeção não será transmitida para o bebê uma vez que o leite materno tem anticorpos contra as bactérias causadoras desta infeção.