Home > Saúde > Sinais e sintomas que indicam que tem muito açúcar no sangue

Sinais e sintomas que indicam que tem muito açúcar no sangue

Tem sentido fome? Mais do que o habitual? Sentir fome pode ser um dos sintomas que indicam que você tem um grau de açúcar no sangue muito elevado. Sabemos que ter os níveis de açúcar elevados no sangue pode prejudicar gravemente a saúde, pelo que neste artigo vamos explicar-lhe alguns dos sintomas mais comuns de aumento de açúcar no sangue.

Sabe quais os sinais e sintomas presentes quando tem muito açúcar no sangue? Elevadas quantidades de açúcar no sangue fazem mal à saúde!

Anda com muita fome? Um gosto excessivo pelos doces? Esse é somente um sintoma de um nível elevado de açúcar no sangue. Existe uma crença em que só os doentes diabéticos sofrem com este problema, mas tal não corresponde à verdade. Qualquer individuo pode padecer por ter os níveis de açúcar muito elevados no sangue, produzidos pelo consumo de alimentos muito açucarados.

Na verdade devemos a todo custo evitar o consumo de bebidas açucaradas, bolos, biscoitos, bombons e todos os alimentos que de uma forma ou de outra tenham açúcar na sua composição. Se comer alimentos muito doces e continuar a consumi-los, pode acreditar que em dado momento da sua vida terá excesso de açúcar no sangue.

Por outro lado, e aí é que se encontra o cerne do problema, é quando o nível de açúcar no sangue se prolonga por um tempo excessivo, o que pode acarretar graves problemas para a nossa saúde.

Quais são as causas dos níveis elevados de açúcar no sangue?

  • Falta de exercícios físicos
  • Sedentarismo
  • Stress
  • Uso de medicamentos (por ex: corticóides)
  • Diabetes
  • Problemas de saúde graves
  • Ingerir alimentos ricos em açúcar (doces, bolos, sucos, refrigerantes etc…)

De qualquer forma ter um nível elevado de açúcar no sangue não tem necessariamente que significar que tem a diabetes. Este sintoma é unicamente um indício da existência da doença, que pode surgir pelo consumo excessivo de alimentos doces e processados que também são confeccionados com açúcar.


Passamos a indicar alguns sintomas que se relacionam directamente com o excesso de açúcar no sangue

  • Fome a toda a hora
  • Um enorme cansaço
  • Boca sempre seca
  • Fazer xixi frequentemente
  • Visão desfocada
  • Resistência à insulina
  • Infecções que levam tempo a curar
  • Pele seca e escamada
  • Ter um aumento de gordura abdominal e ganho de peso
  • Dificuldade em se concentrar
  • Ter sede constantemente
  • Problemas a nível do estômago
  • Problemas relacionados com os nervos
  • Dores de cabeça
  • Incapacidade para a actividade sexual
  • Cortes e feridas, cicatrizam com lentidão
  • A presença de abscessos no corpo

Assim, e para que possamos diminuir estes sintomas, bastará que troquemos o consumo de alimentos ricos em açúcar por outros com menores quantidades de açúcar. Possivelmente este gesto será o suficiente para solucionar o problema se não for um doente diabético.

Deve consumir alimentos com menor índice glicémico, porque se digerem mais devagar, pelo que não sentirá tanta fome ou vontade de comer. Estes alimentos levam muito mais tempo para serem absorvidos pelo organismo, pelo que o seu consumo torna-se benéfico para a saúde. Diminuem os índices de açúcar no sangue e nivelam a produção de insulina no sangue. Estes alimentos de baixo índice glicémico têm uma maior vigilância no peso porque reduzem o apetite e também a fome.

Alguns alimentos que reduzem a fome e com baixo índice glicémico:

  • Nozes
  • Letilhas
  • Grão de bico
  • Bróculos
  • Batata doce
  • Cebola
  • Cenoura
  • Quinoa
  • Kiwi
  • Laranja
  • Maçã
  • Pêra
  • Banana
  • Melancia
  • Melão
  • Limão
  • Iogurte natural, entre outros

Faça exercício, coma pouco e várias vezes ao dia. Comer pelo menos de três em três horas reduz as porções dos alimentos a consumir e previne o uso excessivo de outros alimentos que embora causem um prazer imediato, não proporcionam ao organismo o alimento necessário para que este não sinta fome.

Cuide da sua saúde. Viva saudável e feliz!


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *