Home > Problemas de Saúde > Acordar com dor de cabeça – O que pode ser?

Acordar com dor de cabeça – O que pode ser?

Muitas pessoas têm a infelicidade de começar o dia com uma dor de cabeça. Acordar com a cabeça doendo acontece por todo o mundo, mais do que se imagina.

Existem imensos tipos de dor de cabeça, cada um está associado a uma determinada causa e fatores de risco. É quase impossível alguém dizer que nunca teve uma dor de cabeça, seja ela forte, ligeira, de manhã, de noite, ou quando quer que seja… Esta é uma situação que todos (ou quase todos) no mundo irão sentir.

Porém, quando acordamos com dor de cabeça parece estranho, pois não aconteceu nada que pudesse originar essa dor, pelo menos é esta a ideia de quem acorda com dor de cabeça… E então o que pode significar acordar com dor de cabeça? Será que é grave?

Uma coisa é certa: problemas de vista não dão dores de cabeça ao acordar! Dão sim durante o dia, mas após dormir, se a causa for a visão, a dor iria diminuir. Logo, após acordar, a dor de cabeça não pode estar relacionada com a sua vista.

São várias as causas que estão na origem de dores de cabeça ao acordar, veja as principais:

1. Ronco e apnéia do sono

Pode parecer algo simples e inofensivo, mas na verdade o ronco pode aumentar o risco de dores de cabeça.

Este é um dos sintomas mais comuns da apnéia do sono, em que a respiração de uma pessoa a dormir pode parar ou ficar fraca.

Ainda assim, nem todos os roncos significam a existência de apnéia do sono, contudo, a apnéia do sono, por sua vez, tem sido associada a dores de cabeça matinais.

Alguns sintomas da apnéia do sono são:

  • Acordar a meio da noite com frequência;
  • Sonolência durante o dia;
  • Suores noturnos.

2. Depressão e ansiedade

Uma grande parte da população mundial sofre com depressão e/ou ansiedade, sendo um dos principais fatores associados às dores de cabeça, que podem ocorrer de manhã.

Estudos realizados vieram confirmar de que transtornos de humor, relacionados com depressão e ansiedade, estão na origem de cefaleias matinais.

Esta situação para além de incómoda, trás ainda efeitos negativos na qualidade de vida pessoal e profissional de cada pessoa, afetando as suas atividades diárias.

3. Álcool e drogas

É mais do que sabido de que alcoolismo e uso de substâncias ilícitas são uma boa fonte de dor de cabeça. Esta situação não está relacionada unicamente com o dia em que consome as substâncias. O uso prolongado de álcool, pode dar origem a uma dor de cabeça matinal num dia em que nem bebeu áclool.

Se tem por hábito ingerir bebidas alcoolicas, e sofre com dores de cabeça, considere se afastar dessas bebidas para verificar se existem alterações nos sintomas sentidos de manhã.

4. Bruxismo

O bruxismo é uma condição que envolve o ranger e apertar dos dentes, principalmente durante o sono. A maioria das pessoas que tem este hábito, não têm conhecimento de que o estão a praticar, pois durante o sono não dão por nada.

Este disturbio, quando em estados graves, pode causar dores de cabeça frequentes, principalmente logo ao acordar.

O bruximo durante o sono está relacionado a uma ansiedade, stress e/ou preocupação durante o sono. Pessoas que sofrem com este problema também têm por hábito roncar e correm alto risco de sofrer com apnéia do sono.


Saiba mais sofre o bruxismo aqui: Bruxismo – O que é, Causas e Tratamento

5. Sangue pouco líquido

Um sangue espesso pode ser preocupante e grave! Quando o sangue está pouco líquido, ele vai exercer uma pressão nas veias do cérebro, que por sua vez vão fazer pressão contra o crânio, dando origem a dores de cabeça. A pouca ingestão de água pode estar relacionado com este problema, no entanto, se realmente tiver o sangue muito grosso, deverá ir com alguma urgência ao médico para tratar o problema. Se por outro lado não sabe qual o estado do sangue, é altamente recomendável que faça análises.

6. Outros problemas de saúde, graves

Isto acontece apenas em casos extremos, mas a verdade é que há pessoas que sofrem com esta situação! Alguns sérios problemas de saúde, podem dar origem a dores de cabeça a toda a hora, principalmente de manhã.

Esses problemas incluem:

  • Pressão arterial alta;
  • AVC;
  • Tumor cerebral;
  • Trauma.

Devo ir ao médico por causa das dores de cabeça?

Se as dores de cabeça passarem rápido, forem fracas e raras, pode não ser necessário visitar um médico. Contudo se for uma situação que já esteja a preocupar ou que afete a sua qualidade de vida ou que ainda traga outros problemas em conjunto, então sim, deverá visitar um médico.

Se sentir algum destes sintomas juntamente com a dor de cabeça, visite o seu médico assim que puder:

  • Mais de duas/três dores de cabeça matinais na mesma semana;
  • Dores de cabeça recorrentes, principalmente em indivíduos com mais de 50 anos que nunca tenham sentido esse tipo de dor de cabeça antes;
  • Dor de cabeça súbita acompanhada por um torcicolo;
  • Dor de cabeça após ferimento na cabeça;
  • Cefaleia acompanhada de febre, náuseas ou vómitos;
  • Dor de cabeça acompanhada de visão turva, visão dupla, confusão ou perda de consciência;
  • Dor de cabeça acompanhada de fraqueza;
  • Cefaleias com convulsões;
  • Cefaleias acompanhadas de falta de ar;
  • Dores de cabeça frequentes em alguém com histórico de HIV ou câncer.

Como dormir melhor para não ter dor de cabeça?

Talvez uma boa noite de sono possa ajudar a aliviar as dores de cabeça matinais. Procure seguir as nossas dicas abaixo e veja se acorda melhor disposto e sem dores de cabeça:

  • Tenha um sono noturno regular com horários de deitar e de acordar, dormindo entre 7 a 8 horas por noite;
  • Evite cafeína, nicotina e álcool em qualquer altura do dia;
  • Evite atividades estimulantes do cérebro antes de dormir (assistir televisão, usar celular ou computador);
  • Faça uma caminhada antes de ir dormir, quando chegar a casa tome um banho relaxante e deite-se;
  • Pratique atividades calmantes (por exemplo meditação) antes de dormir;
  • Torne o seu quarto escuro, confortável, com uma temperatura agradável e silencioso para dormir.

Não se esqueça de fazer visitas regulares ao médico e exames de rotina incluindo análises ao sangue para que saiba sempre as condições do seu organismo. Quem sabe num desses exames de rotina não possa ser identificada uma possível causa das suas cefaleias matinais.