Home > Doenças > Fibromialgia – Sintomas, Causas e Tratamentos

Fibromialgia – Sintomas, Causas e Tratamentos


É muito doloroso e incomodativo uma fibromialgia, não permite descansar, causa imenso mau estar e pode até causar ansiedade e depressão devido às dores que não passam.

É uma doença que não tem cura, mas o alívio dos sintomas é uma excelente forma de tratar a situação e viver cada dia com qualidade sem que se volte a lembrar das fortes dores que a fibromialgia lhe causa.

Apesar de ser mais frequente nas mulheres com idades entre os 35 e os 60 anos, os homens também sofrem com este problema.

Sintomas da fibromialgia

As dores nos músculos é o principal sintoma, mas para além disso também pode sentir:

  • Insônias e dificuldade em dormir;
  • Cansaço quando acorda, com sensação de que não dormiu nada;
  • Cansaço constante durante todo o dia;
  • Sonolência;
  • Rigidez muscular;
  • Dores de cabeça frequentes;
  • Tonturas;
  • Perda de memória;
  • Concentração fraca;
  • Ansiedade e depressão;
  • Diarreia ou prisão de ventre;
  • Pés e mãos com formigamento.

Alguns pacientes que sofrem de fibromialgia queixam-se que as dores costumam ser mais fortes no período matinal.

Onde é a dor da fibromialgia

A dor costuma ser mais forte ao toque. A fibromialgia ataca não só os músculos como também os tendões, e isso dificulta bastante o dia-a-dia de qualquer pessoa que sofra com esta doença, não podendo realizar as suas tarefas habituais, ou realizando com bastante esforço e dores.

Essas dores normalmente costumam ser nas costas, logo abaixo do pescoço e ombros, ou na região lombar. Também é comum que apareçam dores nas articulações.

Causas da fibromialgia

Não existe nenhuma causa aparente para o aparecimento da fibromialgia. Apenas o que se sabe, é que o cérebro dos pacientes que estão sofrendo com este problema, tem uma sensação mais forte a dor.

Geralmente esta alteração pode acontecer após infeções graves ou traumatismos psicológicos.

A fibromialgia tem períodos que aparece com mais intensidade e outros em que está mais calma. Normalmente sente-se maior dor quando passa por situações de elevado estresse, quando há alterações de clima – por vezes algumas pessoas quando sentem dor no joelho à noite, está associado a uma descida de temperatura e presença de chuva no dia seguinte.

Dormir mal durante a noite, descansando poucas horas, ou permanecer numa posição desconfortável também pode originar uma fibromialgia.

Tratamentos

Uma pessoa que sofra de fibromialgia deve ser vigiado por um médico reumatologista, por um fisioterapeuta e por vezes por um psiquiatra.

Os tratamentos para esta patologia são à base de:


  • Medicamentos;
  • Fisioterapia;
  • Psicoterapia.

Remédios para a Fibromialgia

Em relação aos medicamentos para a fibromialgia, não serão só remédios para as dores sentidas como também para tratamento de depressões, uma vez que estes remédios atuam no Sistema Nervoso Central e serão benéficos para o tratamento da dor, assim como para controlar possíveis depressões que possam existir.

Os mais indicados para a situação são medicamentos analgésicos, anti-inflamatórios e relaxantes musculares. Quando estes medicamentos não são eficazes no controlo da dor, o médico prescreve remédios anti-parkisonianos e antidepressivos.

Meicamentos antidepressivos ou para baixar a ansiedade e controlar problemas do sono também podem ser receitados se o paciente sentir formigamento.

Fisioterapia para Fibromialgia

A fisioterapia é bastante utilizada e recomendada no tratamento da Fibromialgia. Devem ser feitas no mínimo 2 sessões por semana fazendo exercícios de relaxamento, massagens e alongamentos para alívio e controlo da dor.

Atividade Física

É certo e mais que comprovado todos os benefícios da atividade física, e para o tratamento desta patologia, não deixa de ser diferente.

Apesar de ser bastante importante, deverá consultar um especialista para saber que exercícios se adequam melhor à sua situação.

Geralmente, exercícios como caminhadas, natação e hidroginástica são sempre bons para alívio dos sintomas e bem aceites pelos pacientes em geral.

Alimentação para Fibromialgia

Para esta doença, é essencial que faça uma dieta onde existam alimentos ricos em magnésio, potássio e ômega 3.

O magnésio dos alimentos vão ser uma excelente ajuda no relaxamento muscular. Abacate, beterraba e brócolis são exemplo de alguns alimentos ricos em magnésio.

O potássio mantém os músculos firmes e rijos para evitar cãibras e dores desnecessárias. Banana, papaia, ervilhas e frutos secos são alguns alimentos ricos em potássio.

O ômega-3 também tem imensos benefícios para a saúde no que diz respeito à saúde mental. Para além disso é um excelente anti-inflamatório que ajuda no alívio da dor. O ômega-3 está presente nos peixes (salmão, sardinha) e nas nozes.

Fibromialgia Aposenta?

Muitas pessoas sofrem bastante com fibromialgias e estão limitadas no seu trabalho. É do interesse do paciente uma aposentadoria mais cedo que o habitual.

É possível que esta doença possa garantir uma aposentadoria para algumas pessoas. Para conseguir essa aposentadoria, deverá ser vigiado por um médico especialista e comprovado pelo mesmo através de uma perícia agendada no INSS.

Pessoas que sofram de fibromialgia também podem beneficiar do auxílio-doença no período em que estiver limitado ao trabalho devido às dores sentidas pela fibromialgia.