Home > Problemas de Saúde > Sangue a escovar os dentes – O que pode ser?

Sangue a escovar os dentes – O que pode ser?

Ver sangue no lavatório após ou enquanto está a escovar os dentes pode ser alarmante, mas não há necessidade de entrar em pânico.

O sangue  pode vir de vários locais, sendo o mais comum das gengivas. Não é de todo preocupante, a não ser que tenha alguma doença mais grave, mas nesse caso já teria identificado! Estas pequenas hemorragias nas boca, podem ser curada sem mesmo ver um dentista, dependendo da situação!

Neste artigo, vamos explicar as causas comuns de sangramento das gengivas, o que você pode fazer para parar o sangramento e como saber quando é hora de ver o dentista.

Como funcionam as nossas gengivas?

Se você examinar as suas gengivas, elas devem ter um sombreado saudável de rosa – e não de vermelho. Devem ter uma forma “C” ao redor do corpo do dente (onde seu dente começa a ficar mais magro). Tocam os seus dentes, formnado um pequeno sulco, como uma gola ao redor do dente.

Embora sejam uma pequena parte do seu corpo, as gengivas têm um grande trabalho. Eles protegem o corpo e as raízes dos dentes das bactérias. Sem gengivas saudáveis que protegem os seus dentes, as bactérias podem permanecer sob seus dentes e danificar os tecidos.

Ao longo do tempo, os tecidos ficam muito danificados para segurar os dentes, levando a dentes soltos que podem até cair.

Causas do sangramento das gengiveis

Se as gengivas sangram é porque alguma coisa as irritou. Aqui estão as razões mais comuns pelas quais as gengivas ficam irritadas:

1. Gengivite (doença das gengivas)

Se você não usa fio dental ou se não escova os dentes com regularidade, formam-se as chamadas placas bactarianas que ficam agarradas no sulco ao redor dos seus dentes. Por vezes essas placas são bem visíveis a olho nu e aparecem brancas ou amareladas na base dos seus dentes, onde começam as suas gengivas.

Este problema, não é mais do que a irritação das gengivas pelas bactérias que crescem e se movem. Assim a gengivite é o estágio inicial da doença das gengivas, sendo o seu sintoma mais frequente sangramento. Para além do sangramento as suas gengivas podem ficar vermelhas, sensíveis e a cavidade bucal apresentar mau hálito.

A boa notícia é que este estágio é reversível. O seu dentista pode ajudar a retirar a placa bacteriana dos seus dentes, assim como o uso do fio dental e da escovagem dos dentes periodicamente, irão evitar que as bactérias se acumulem, e se mantenham afastadas dos seus dentes, para que possa ter as suas gengivas saudáveis.

No entanto, a gengivite pode piorar, e as gengivas podem começar a afastar-se dos seus dentes, deixando um espaço maior para ser ocupado pelas bactérias, permitindo que estas circulem livremente nos tecidos abaixo dos dentes.

Quanto maior for a infecção provocada pelas bactérias mais comprometida estará a sua saúde bucal.

2. Gravidez

Outra situação recorrente apresenta-se durante a gravidez, uma vez que há alterações significativas dos hormônios que afetam todo o seu corpo. Neste caso especifico, as gengivas não são excepção.

As alterações hormonais podem causar a “gengivite gravidica”. Neste período da gravidez, as gestantes normalmente apresentam gengivas sensíveis, que podem inchar, causando o sangramento, mesmo até quando faz uso do fio dental e da escova. Só mesmo até a passagem da escova pelos dentes, já faz a gengiva sangrar.

Aqui uma ida ao dentista é importante para que este lhe possa explicar como proceder durante a gestação.

3. Medicamentos

Os medicamentos também estão entre as causas mais comuns de sangramento das gengivas, porque estas ficam mais propensas a sangrar, ainda que você tenha excelentes hábitos de limpeza bucal periódica. Os liquidificadores do sangue, como o caso da varfarina e aspirina em altas doses que  mantêm o sangue bastante mais fluído podem ser os principais causadores.

Nestes casos estes medicamentos aumentam a possibilidade do sangramento das gengivas e estas podem sangrar durante mais tempo mesmo após a escovagem dos dentes. Deve sempre informar o seu dentista da toma destes medicamentos, para que os cuidados possam ser ajustados e os mais adequados para a sua saúde dental.

4. Uma nova rotina de saúde bucal


Com novos hábitos de saúde bucal, usando o fio dental com mais frequência, as suas gengivas podem sangrar até se habituarem com os novos hábitos de limpeza. À medida que esta nova forma de limpeza avança, com escovagem e utilização do fio dental mais frequentemente, as gengivas também se vão acostumando e a pouco e pouco deixarão até de sangrar.

Para que não irrite as suas gengivas ao escovar os dentes, faça movimentos suaves e use sempre uma escova adequada às suas necessidades. Existem no mercado 3 tipos de escovas, desde as cerdas mais macias às mais duras, podendo sempre escolher a que mais se adequa à limpeza dos seus dentes.

Quando deve ver o seu dentista porcausa do sangue ao escovar os dentes?

Se tiver bons hábitos de limpeza bucal, as suas gengivas melhorarão sem ter que se deslocar ao dentista.

Se as suas gengivas sangrarem com uma frequência pouco habitual, acontece sempre que você escova os dentes durante, por ex: algumas semanas, você deve sim consultar o seu dentista. Se após a escovagem e o uso de fio dental, as gengivas continuarem a sangrar sem causa aparente.

Se por acaso tiver algum dos sintomas abaixo, também deverá consultar o seu dentista:

  • Gengivas vermelhas ou inchadas;
  • Gengivas sensíveis – especialmente a temperaturas quentes ou frias; (bebidas)
  • Gengivas que parecem estar se separando dos dentes, deixando um espaço entre a gengiva e o dente;
  • Frequente mau hálito ou gosto na boca;
  • Dentes soltos na idade adulta (nas crianças é normal, antes da dentição definitiva);
  • Alterações na forma como os seus dentes alinham no maxilar superior e inferior.

Quando mais cedo você visitar o seu dentista sobre a doença das gengivas, mais fácil será de reverter a situação e de adequar o melhor tratamento.

Como evitar e não sangrar da boca ao escovar os dentes?

Embora o sangramento das gengivas não seja motivo de pânico, será sempre um sinal que você necessita fazer algumas mudança e ajustes positivas na sua rotina de saúde bucal.

Assim e para que a saúde da suas gengivas saia a ganhar, veja as dicas abaixo:

Escove e use o fio dental duas vezes por dia

O uso do fio dental puxa as bactérias para fora dos sulcos em torno de seus dentes e evita que a placa se acumule. A escovagem também remove a camada de bactérias nos dentes. Se você sangrar quando você escova ou usa o fio dental, isso não significa que você deve deixar de o fazer. Lembre-se, as gengivas saudáveis não sangram quando escovadas, então não é a escovagem a causadora do sangramento, é sim a inflamação ou o estado de doença que os faz sangrar. Na odontologia, chamamos isso de “sangramento após a escovação”.

Use uma escova de dentes elétrica

As escovas de dentes eléctricas podem remover a placa e as bactérias em torno de suas gengivas de forma mais eficaz do que as escovas de dentes normais. Essas escovas movem-se mais rápido do que você poderia mover uma escova enquanto e ainda que de uma forma suave.

Veja regularmente o seu dentista

Você deve ir ao seu dentista para uma limpeza mais profunda, pelo menos, a cada seis meses ou mais, ou como o seu dentista sugerir. Durante as limpezas, seu dentista remove a acumulação de placa nos dentes. Seu dentista também pode responder a perguntas sobre sangramento de gengivas ou outros problemas de saúde bucal.

Evite o tabaco

Os produtos do tabaco, incluindo cigarros e tabaco de mascar, prejudicam todos os aspectos da sua saúde, incluindo a sua saúde bucal. O tabaco destrói seus dentes e gengivas, levando a cárie dentária e perda de dentes.

Mantenha uma dieta saudável

Os alimentos que você come impactam a saúde de sua boca. Os açúcares e os amidos fornecem alimentos para bactérias, ajudando-as a crescer.

Comer ao longo do dia também pode aumentar a quantidade de bactérias na sua boca.

Reduzir os carboidratos e lanches fará uma melhoria significativa na sua saúde bucal.

Respire pelo nariz

Se você respira predominantemente pela boca, encontre uma solução (o seu dentista pode ajudar).

Mesmo as gengivas saudáveis mudarão de cor e serão mais propensas a sangrar à medida que uma boca seca muda o pH e permite que as bactérias erradas se tornem dominantes.

Se você vê que principalmente as gengivas detrás estão inchadas e vermelhas, e não as gengivas posteriores, isso pode ser o resultado de uma respiração feita pela boca.

Experimente fechar a boca quando você for para a cama dormir esta noite, para ver se isso ajuda!

Muitos de nós ignoram a presença de sangue na nossa boca. Nós vemos o dentista quando vamos limpar os dentes. É rotina, certo?

Lembre-se de que é importante perceber que a doença das gengivas tem maiores ramificações para o resto do corpo.

A doença das gengivas é realmente um dos maiores  promotores de mortalidade do que a doença cardíaca é.

Na próxima vez que você ver sangue no fio dental, você deve pensar nesse situação. A única solução verdadeiramente boa para corrigir essas gengivas hemorrágicas, é em última instância, é uma ida ao seu dentista.